Cinema Brasileiro e Afins x Cinema Americano

by

Era só o que me faltava! Meus amigos contra a minha pessoa! No meu e-mail pessoal de grupos está acontecendo, praticamente, uma guerra civil entre os defensores do cinema americano e do cinema nacional, europeu, indiano, chinês… … … Sou obrigada a publicar aqui os comentários dos meus doutos colegas!!!!

 

Olha!!!

Vou responder como amante de filmes (PONTO), e acho que vcs vão me crucificar, mas….

O cinema nacional também tem excelentes obras, e não vale a pena ficar detonando ele…

O cinema internacional também tem bastante porcaria….

Já to ficando de saco cheio dessa tendência internacional de regravações, continuações e adaptações…

Tomo por base os últimos lançamentos, Indiana Jones IV (Daqui a pouco vai estar igual ao Jason “Indiana Jones XII a reencarnação”), Ironmen, Batman, Hulk, Speed Racer, já ouvi dizer que vai sair até o filme dos Smurf´s.

CADE A PORCARIA DA ORIGINALIDADE!!!, cade as histórias envolventes, com trama e enredo interessante, surpreendente…

Sinceramente, acho que o último filme surpreendente que eu vi foi Sexto Sentido (I see dead people!!!)

Se eles estão assim agora… imagine quando chegar a época do período de greve dos roteiristas, sim, porque, estes filmes foram “escritos” antes da greve, imagine o que vai sair do período de greve.. (tenho até medo!!!)

Imagino um filme narrando uma corrida entre o speed racer é o batmovel ou então um Alien e Predador X Hulk e Ironmen, sei lá…

Sei lá… penso que por mais rústicos que sejam os filmes nacionais, pelo menos eles tentam criar histórias, enredos e não limitam-se a fazer regravações, continuações e etc…

 É minha opinião..

 Abraços..

(…)

Alexandre

 

Outra apunhalada pelas costas:

 

Alexandre,

Concordo com vc em gênero, número e grau…

Já passou aquela época em que o cinema nacional resumia-se a pornochanchadas!

É bem verdade que a maioria da produção televisiva e cinematográfica gira em torno de temáticas sociais, mas isto é inevitável, afinal estamos no Brasil, ainda o país subdesenvolvido e emergente.

Mas não há dúvidas de que o

cinema nacional evoluiu, e muito, notabilizando-se não apenas pelos filmes de drama (“Terra em transe”, “Central do Brasil”, “O caminhos das nuvens”, “Carandiru”, “Redentor”, “Meu nome não é Johny”, etc.), mas especialmente pelos romances (“Dom”, “Lisbela e o prisioneiro”, etc.), pelas comédias (“Lisbela e o prisioneiro”, “A dona da história”, “Redentor”, etc.), pelos policiais (“O que é isso companheiro?”, “Carandiru”, “Tropa de elite”, “Meu nome não é Johny”, etc.) e, vejam só, pela ficção (“Hoje é dia de Maria” e “A pedra do reino”)!

E não hesito em afirmar que há vários filmes nacionais que são melhores, sim, do que grandes produções estrangeiras. Sem esquecer que gosto não se discute, mas se lamenta… Prefiro “Lisbela e o prisioneiro” do que muitas das comédias românticas da Meg Ryan… Prefiro “Carandiru” do que aquela série americana “Oz”… Prefiro “Tropa de elite” do que alguns filmes de ação com o Mel Gibson, tais como “O patriota” e “Fomos heróis”.

Fica a polêmica…

Abçs a todos,

Rodrigo

 

Salva pelo grande Marcelinho!

 

Só pra botar lenha…..

 Eu ainda acho que o cinema nacional está bem abaixo do americano. Tem alguns roteiros bons, mas a qualidade de vídeo e audio é bem abaixo do americano. O nacional ta melhorando, mas ainda tem muito pela frente. Até hj só gostei de tropa de elite e o cheiro do ralo.

Marcello

 

Mais uma bomba:

 

Bom…

Quero dizer que qualidade por qualidade… com certeza o cinema americano é melhor e mais visto..

Mas abro uma discussão interessante aqui…

Se a questão de ser mais visto… for quesito de qualidade e excelencia..

O cinema Chines e Indiano é espetacular, eles tem mais de 1 bilhão de espectadores tranquilamente…

Coisa que o cinema Americano não tem.. está longe de chegar a ter… e não permite a divulgação (por que será??)

Existem artistas chineses e indianos que são mais idolatrados do que angelinas, jack’s, brad’s e compania…

Pra mim, cinema de qualidade não é somente o que tem a melhor imagem ou o melhor som, e sim todo o conjunto da obra…

Existem artistas, autores, diretores, brasileiro, chines e indianos que são incomparavelmente melhores do que americanos, só não recebem as devidas reverências, porque não é interesse destas grandes corporações…

É fácil fazer um filme fenomenal quando se tem milhões, bilhões de dolares a seu dispor (e mesmo assim, muitas vezes, nem com estes recursos ele conseguem fazer), quero ver se eles não tivessem tudo isso..

Fica ai minha opinião..

Abraços

Alexandre

 

Muito obrigada Marcelinho pelo monstruoso apoio..

 

Well

Eu tb detesto o cinema chinês e indiano.

E aquele símbolo da lei de incentivo a cultura destrói qquer começo de filme.

E concordo com o Alexandre que ser o mais visto não é sinônimo de qualidade. Vide, por exemplo, os filmes dos Trapalhões e da Xuxa. É que tem umas coisas que pra mim… não dá (opinião minha, claro), tipo… a voz do narrador do trailer (é o mesmo cara desde que eu vi Lua de Cristal), o tal símbolo da Lei, os atores de novelas da Globo (mtos são ótimos e sei q agora tem aparecido uns novos), na primeira fala a qualidade do som entrega q é nacional, falta de cenas com efeitos especiais (pq… bom… vide “Os Mutantes” da Record)…. e por ae vai

Mas… as coisas melhoraram bastante… quem sabe um dia eu pague 16 pila pra ver um filme nacional.

ps: Capitão Nascimento é o cara!

Marcello

 

E o quebra-pau continua..

 

Grande Alejandro,

Concordo em gênero, número e grau novamente, especialmente no tocante ao “conjunto da obra”! Tudo começa pelo roteiro. Sem um bom roteiro, pouco importa os atores participantes, os efeitos especiais, a qualidade de som e imagem… Exemplo disso, é “Juno”, “O orfanato”, “Mar adentro”, “Gênio indomável”, dentre vários.

No tocante à qualidade das produções estrangeiras, que não as americanas, isso fica cada vez mais evidente, na medida em que os estúdios de Hollywood copiam – a torto e a direito – filmes indianos, chineses, japoneses… Tomemos como exemplo “Os infiltrados”, o qual é cópia de um filme japonês, mas que rendeu vários Oscar e muito $ devido ao marketing brutal e, muitas vezes, concorrência desleal dos estúdios…

Abços a todos

Rodrigo

 

Claro que no meio de tantas discussões e brigas, surgiram algumas sugestões para novos filmes que iriam se tornar grandes bilheterias americanas de sucesso:

 

Já pensaram um “Capitão Nascimento versus Alien e Predador”?????!!!

Marcello

 

Podia ser, tb, Capitão Nascimento contra Kung-Fu Panda!!!

Imagina o tamanho do saco!!!

Rodrigo

 

Após todas as discussões e inúmeros e-mails, todo mundo chegou a mesma conclusão: primeiro todos concordam que “Capitão Nascimento é o cara”!!!!!, e segundo, TODOS duvidaram que eu iriam publicar seus comentários aqui no blog, afinal de contas, detona meu amado cinema americano! Infelizmente, em alguns aspectos do cinema americano, estes maltidos têm alguma razão! Mas não vou entrar em detalhes agora e muito menos vou comentar a respeito do cinema nacional… essa é a função da Bia! Mas enfim…

 

Para fechar com chave de ouro, Alexandre conclui os milhões de e-mail enviados dizendo:

 

Putz esse filmes iam ser muito sem graça e rápidos, pq:

 

1 – CAPITÃO NASCIMENTO IA DIZER “CAPITÃO NASCIMENTO NÃO GRITA” NÃO VAI DESCER NINGUEM… NÃO VAI DESCER NINGUEM…., 05 TRAZ A 12… E TANTO ALIEN QUANTO PREDADOR IA TREMER DE MEDO E IR EMBORA.. (FIM DO FILME).

 

2 – CAPITÃO NASCIMENTO IA OLHAR PARA O KUNF FU-PANDA E DIZER “TÁ DE SACANAGEM COMIGO URSINHO DE PELUCIA DE MERDA… TÁ DE SACANAGEM COMIGO…, 02 TRAZ A VASSOURA…” O KUNG FU – PANDA IA FICAR BRANCO DE MEDO, SAIR CORRENDO E VIVER DISFARÇADO DE URSO POLAR NO POLO NORTE… (FIM DO FILME).

 

Mas um filme massa ia ser speed racer X batmovel… (PORRRAAA!! BATMAN.. DE ONDE VC TIROU ESSE ESCUDO!!! HEHEHE)

Abraços

Alexandre

 

VIVA A DEMOCRACIA!!

Anúncios

Tags: , , , ,

4 Respostas to “Cinema Brasileiro e Afins x Cinema Americano”

  1. mamute Says:

    Amadores!!! Ainda bem q essa raça não tem blog!

  2. chiaradiaholthausen Says:

    Acho aí um retrato do que acontece…muitas pessoas conhecem o cinema nacional por filmes populares. Sendo assim, bom ou não, os filmes mais conhecidos entraram na preferencia do espectador. A maioria são filmes com a estética favela, pois depois de Cidade de Deus, a fórmula deu tão certo, que continua a ser feita e teremos ela aí por muito tempo ainda.
    Temos duas vertentes comerciais hoje, a Favela, e o filme Pop, como Meu Nome não é Jhonny… Vou escrever um post sobre isso!!!!
    rsrsrsrsrs

  3. mamute Says:

    Fazendo uma analogia com a música, reproduzo pensamento do alemão Theodor Wiesengrund Adorno (1903-1969), que foi o primeiro a negar o termo “cultura de massas” para falar “Indústrial Cultural”: “Se perguntarmos a alguém se ‘gosta’ de uma música de sucesso lançada no mercado, não conseguiríamos furtar-nos à suspeita de que o gostar e o não gostar já não correspondem ao estado real, ainda que a pessoa interrogada se exprima em termos de gostar e não gostar. Em vez do valor da própria coisa, o critério de julgamento é o fato de a canção de sucesso ser conhecida de todos; gostar de um disco de sucesso é quase exatamente o mesmo que reconhecê-lo.”

    Acho q com o cinema nacional ou gringo (e tudo q é “pop”) é o mesmo.

    Abç

  4. deivid alessander adoufo de oliveira Says:

    como faço pra ter uma carreira fora do brazi. quero mto tentar ser alguem. quero ser o exemplo da familia . eu queria msm ser ator. fazer filmes …..meu tel8892:6785

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: